Incentivo fiscal à cultura: porque devemos ter um modelo menos estrutural e mais incremental

O mecanismo de Incentivo fiscal à cultura tem tido um papel cada vez mais estruturante , porém esse mecanismo deveria apenas suplementar ao setor que já tenha uma estrutura de subsistência autônoma. Por isso, o setor cultural tem se tornado um monstro disforme no país, promovendo no setor uma cultura mendicante, viciada em em incentivos e sem vida própria.

Anúncios

Estado e Cultura: Para onde vamos agora?

Nesse contexto de mudança de Governo é importante uma revisão com profundidade o sentido de algumas políticas públicas, e no ambiente cultural padecemos de uma reflexão madura sobre esse tema. Qual o papel do estado na promoção da Cultura? Qual o sentido das políticas públicas da área cultural? Quais são os desafios para a promoção da cultura nos século XXI?