Incentivo fiscal à cultura: porque devemos ter um modelo menos estrutural e mais incremental

O mecanismo de Incentivo fiscal à cultura tem tido um papel cada vez mais estruturante , porém esse mecanismo deveria apenas suplementar ao setor que já tenha uma estrutura de subsistência autônoma. Por isso, o setor cultural tem se tornado um monstro disforme no país, promovendo no setor uma cultura mendicante, viciada em em incentivos e sem vida própria.

Anúncios

Falta Articulação do Governo ou de Posição do Congresso?

Está evidente a relação de independência e desarmônica entre os poderes da União.“Eu restabeleci minha posição original de presidente da Câmara, que é pautar. Vou continuar mostrando o que vai acontecer com o Brasil caso essa reforma não seja aprovada” afirmou Rodrigo Maia. A postura dele é admitir que a responsabilidade pela reforma é do poder executivo e a do legislativo seria então somente de profetizar.